Curiosidade: A dieta dos quenianos

Curiosidade: A dieta dos quenianos

Que os quenianos estão dominando a corrida não é novidade.

As pesquisas dizem que em 2014, eles ocuparam 58 posições entre os 100 melhores maratonistas do mundo. E olha que esta marca está longe de ser a melhor! Em 2011, foram 85! E desde 2002 pelo menos 50 quenianos estão entre os 100 melhores.

Não consigo pensar em outro esporte onde um país tenha metade dos melhores atletas do mundo. Já parou para pensar nisso? E o que leva a isso? Genética? Altitude? Fatores culturais? Alimentação? Não sei. Mas me interessei em saber como é a alimentação destes monstros e fui pesquisar!

Descobri um estudo que três professores da Universidade de Copenhaguen fizeram sobre a “dieta” destes corredores.

Eles descobriram que os quenianos comem muito mais carboidratos que os atletas ocidentais e que o consumo de proteínas é bem restrito. Toma!

O carboidrato corresponde a 76% de suas calorias diárias.

Acreditem se quiser, mas carnes e peixes são consumidos apenas de 3 a 4 vezes na semana, o que para muitos de nós é impossível apenas pensar em refeições sem proteína animal.

Outra coisa rara na alimentação deles, são os alimentos processados. Praticamente tudo o que eles comem é cru e feito na hora.

Para o café da manhã, os quenianos costumam comer uji, um mingau preparado com painço (ou milhete) fermentado e, às vezes, com um toque de suco de limão. O alimento é rico em fibras, carboidratos e um poderoso laxante.

Outra coisa mega diferente do que estamos acostumados a fazer são os lanches intermediários. Eles quase nunca o fazem. Mas quando fazem é basicamente frutas. É tudo muito simples.

Seus principais alimentos são:

  • Ugali: um tipo de mingau de milho.
  • Sukuma Wiki: espécie de couve bem comum no leste africano.
  • Ndengu: feijões locais ensopados.
  • Chipati: pão bem fino feito com uma farinha de trigo local.

É pra confundir a cabeça né? Contraditório a quase tudo o que estamos acostumados a ouvir!

Mas se você quiser adotar uma dieta queniana, achei alguns alimentos que podem ser substituídos, já que não temos muito deles aqui no Brasil. Anote e pergunte ao seu nutricionista!

Ugali
Pode considerar como mingau de fubá, que não vai nada além de farinha de milho, sal e água.

Sukuma Wiki
Couve ou escarola refogada com tomate.

Ndengu
Troque os feijões por lentilhas cozidas com batata-doce, tomate e cenoura.

Chipati
O pão sírio é bem parecido.

Uji
É o único que não temos nada similar, pois este mingau é fermentado, ficando como uma etapa inicial da cerveja.

 

Mas antes de arriscar qualquer dieta, converse com seu nutri! Isso é fundamental.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *